top of page

O espetáculo de teatro Prédios espelhados Matam Passarinhos está em cartaz neste final de semana

GRUPOJOGO está na programação da 6ª Mostra de teatro e música do Teatro Glênio Peres.

VI Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres - 2022

Serviço: Espetáculo Prédios Espelhados Matam Passarinhos


Data: 26 e 27/08

Hora:19h

Local: Teatro Glênio Peres (Av. Loureiro da Silva, 255 - Centro Histórico, Porto Alegre)

Duração: 60 minutos

Classificação: Livre

Entrada Franca

Realização: Câmara Municipal de Porto Alegre e GRUPOJOGO de ExperimentAção Cênica


RELEASE

O espetáculo Prédios Espelhados Matam Passarinhos do GRUPOJOGO, volta em curta

temporada no Teatro Glênio Peres nos dias 26 e 27 de agosto. O espetáculo, que integra a

programação da VI Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres - 2022, terá

entrada gratuita. A retirada de ingressos pode ser feita antecipadamente na Seção Memorial

da Câmara a partir do dia 23 de agosto, das 9h às 18h. Se houver sobra de ingressos,

serão distribuídos 1 hora antes do espetáculo, que está programado para iniciar às 19

horas, em ambos os dias.


O Teatro Glênio Peres fica localizado no segundo andar da Câmara e pode ser acessado

pela Avenida Loureiro da Silva, 255, bairro Centro Histórico . O espaço possui 80 lugares e

conta com acessibilidade para cadeirantes. A Câmara possui estacionamento gratuito

acessível a visitantes.


SINOPSE

Ao despertar do dia, os trabalhadores acordam para erguer suas pedras. Com pesos e formatos diferentes, as oportunidades se distinguem nas particularidades do trajeto e na habilidade dos indivíduos de lidar com a estrutura social. Em um mundo onde a tecnologia acelera as conexões, o espetáculo reflete sobre as relações entre diferentes indivíduos, suas necessidades particulares e como se comunicam um com o outro.

Imagético, combativo e com pitadas de humor, o espetáculo Prédios Espelhados Matam

Passarinhos compara o castigo de Sísifo ao trabalho exercido por grande parte da população, condenada a fazer a mesma coisa dia após dia e, geralmente, sem consciência de sua condição absurda. O espetáculo transita entre cenas curtas e pequenas histórias para retratar humilhações cotidianas ao qual estamos submetidos e as narrativas que nos aprisionam a essas situações de abuso.


Ficha Técnica:


Direção e cenografia: ALEXANDRE DILL

Dramaturgia e Direção Audiovisual: GABRIEL PONTES

Intérpretes GUSTAVO SUSIN, GUILHERME CONRAD, LUCCA SIMAS, LOUISE PIEROSAN,

VICENTE VARGAS E JÚLIA MOREIRA

Desenho de luz e fotografia HENRIQUE STRIEDER

Participação em áudio THAINÁ GALLO

Figurino e trilha sonora GRUPOJOGO

Gerente de tráfego e mídias GUSTAVO WAGNER

Operação de luz THAÍS ANDRADE

Produção Executiva: JENNIFER RIBEIRO

Apoio cultural: Restaurante Liverpool

Foto: Julio Appel


Patrocínio: Patrocinado com o Fundo Internacional de Ajuda para Organizações de Cultura

e Educação 2021 do Ministério das Relações Exteriores da República Federal da

Alemanha, do Goethe-Institut e de outros parceiros: www.goethe.de/hilfsfonds


Produção: GRUPOJOGO


Telefone para contato

Produção +55 51 9999-2748


E-mail de contato


Site para informações

18 visualizações0 comentário

Bình luận


bottom of page