Ilha de Desordem | 2011

Inspirado no poema Sangue na  Sapatilha ou O Enigma da Liberdade  de Hiener Müller para Pina Baush

 

Parceria entre a vai!ciadeteatro e o GRUPOJOGO

direção: João Pedro Madureira Preparação corporal: Alexandre Dill | Interpretes: Laura Leão, Diego Bittencourt, Thainá Gallo, Gustavo Susin, Junior Grandi, Igor Pretto, Vinícius Meneguzzi, Léo  Maciel, Francisco Gick, Alexandre Dill, Vicente Vargas, Lucas Sampaio e Caroline Lazarrotto.

 









Laboratório de criação: DIE HAMLETMASHINE | 2011

 

inspirado no texto HAMLETMASCHINE de Heiner Müller, não é um espetáculo, é sim um processo de criação para uma futura encenação.


Se quiser, podemos chamar de ‘instalação-cênica’ ou de ‘laboratório-in-progress’, pois nada está acabado, tudo esta em ‘processo’. Uma fusão de varias mídias. Uma fusão de dança, teatro, música, artes visuais, vídeo, dramaturgia, etc.


Esta ‘encenAção’ articula sonhos e atitudes coletivas. Não é abstrata nem figurativa, não é trágica nem cômica. Renova-se em cada ocasião. Toda pessoa presente, participa dela.

Pode-se mudar de ‘estado’ à vontade, cada um no seu tempo e ritmo.
Esta ‘experimentAção’ não leva em consideração a distinção de arte e não arte, não leva em consideração a indispensabilidade, a exclusividade, a individualidade;  não considera toda  pretensão de significação, variedade, inspiração, trabalho, complexidade, profundidade, grandeza e institucionalização. Lutamos isso sim, por qualidades não estruturais e por impressões de um evento simples e natural, de um objeto, de um jogo.
 


Direção: ALEXANDRE DILL
Intérpretes: IGOR PRETTO, THAINÁ GALLO E VICENTE VARGAS
Intérpretes convidados: JEFFIE LOPES, JEZEBEL DE CARLI E PEDRO COELHO
Trilha sonora: JOÃO ORTÁCCIO E LEONARDO APRATO
Figurino: ALEXANDRE DILL | Iluminação: IGOR PRETTO | Cenografia: BRUNO SALVATERRA | Vídeos: ISABEL RAMIL E PAULA PRESS
Produção: GRUPOJOGO de ExperimentAção Cênica

Apoio:
Usina do Gasômetro – Projeto Usina das Artes
Prefeitura de Porto Alegre - Santa Estação Cia de Teatro

Casa de teatro de Porto Alegre – vai!ciadeteatro




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Laboratório de criação: MEDEAMATERIAL | 2011
 

‘Medeamaterial’ é a sexta montagem do GRUPOJOGO de ExperimentAção Cênica, que em quatro anos de trabalho contínuo realiza seu segundo exercício cênico inspirado na dramaturgia de Heiner Müller.



A partir do texto ‘Margem Abandonada Medeamaterial Paisagem com Argonautas’, escrito em 1982, o grupo mais uma vez direciona a prática de seu treinamento corporal ao universo pós-dramático deste dramaturgo e se utiliza da dança e do teatro para falar do conflito trágico que permeia a relação entre Jasão e Medéia, personagens mitológicos que se inserem na contemporaneidade dentro da ‘reescritura’ de Müller.

Assim se constrói o Laboratório de Criação: ‘Medeamaterial’ que fala, com intenso lirismo e um gesto carregado de Pathos, da traição múltipla de Medéia, Jasão e seus filhos, das mulheres que constituem minoria no mundo hegemônico e da civilização moderna em derrocada, palco da morte do Eu.

O mito, pensado até as últimas conseqüências, constroem a conquista e sua autodestruição, fazendo com que seus rastros cheguem até nossos dias.

Direção e Iluminação: Igor Pretto |  Concepção e adaptação: Alexandre Dill

Cenário: Bruno Salvaterra | Intérpretes: Alexandre Dill e Fernanda Petit

Produção: Thainá Gallo e Manu Menezes | Vídeos: Rodinério da Rosa e Jerry Dias

 Foto: Fábio Alt | Arte Gráfica: Pedro Marom